Luísa

Portrait

Ainda hoje fico a pensar como é que uma mulher tão bonita como a Luísa alguma vez teve problemas com a sua própria imagem. Não creio que alguém escolhe ter este tipo problemas consigo mesmo. É algo que acontece. Os problemas de hoje não são os de ontem. Hoje vivemos num mundo complexo e exigente a todos os níveis, e assim ficamos mais vulneráveis mesmo quando aparentemente temos tudo para nos sentirmos seguros.

A Luísa contactou-me porque gostou muito das minhas fotografias e contou-me o que a motivava a fazer esta sessão de retrato:

“Sofri de bulimia. Ainda estou a recuperar.  Hoje estou melhor. Mas quero ter umas fotografias bonitas como nunca tive e ver-me como nunca me vi. Além disso quero contar a minha história a outras raparigas que passaram ou estão a passar o mesmo que eu”.

Senti-me honrada por a Luísa me ter escolhido para a fotografar e contar a sua história. Eu acredito no poder das histórias. Somos todos feitos delas…

Combinámos a nossa sessão de consultoria no Porto, para falarmos de como a Luísa  gostaria de ser fotografada, o estilo, o local e perceber as suas expectativas.
Cheguei um pouco mais cedo ao local combinado. Até então tínhamos falado sempre por telefone.
Foi uma surpresa quando a vi chegar… pensei: “Ela é mesmo bonita! Vai ser um prazer fotografá-la!”

Ao longo da nossa conversa fui percebendo quem a Luísa era: Uma mulher independente, com um coração generoso, bem amada pela família e amigos. Gosta de cor de rosa, moda, e de coisas femininas. Falou-me da sua profissão, da grande ternura que sente pela afilhada. Enquanto falava, fui-me apercebendo do seu sorriso bonito, aberto, e dos seus olhos castanhos que ficam tão bem com o seu cabelo loiro, fugindo ao cliché: “cabelo loiro – olhos azuis”.

Perguntei-lhe se gostava de chocolate e de doce de ovos. Se preferia espumante a Vinho do Porto… Respondeu-me com alegria: “Gosto disso tudo, não sou esquisita”.

Fizemos a sua sessão num lugar mágico. De início a Luísa pareceu-me um bocadinho nervosa. Mas acalmei-a e disse-lhe o que digo a todas as minhas clientes: “Não te preocupes, as primeiras fotografias são sempre assim, a câmara pode intimidar um pouco, mas vais ver que daqui a uns minutos já estarás à vontade…”.
A  Marta Flores  — a make up artist —  fez um trabalho fantástico, não falo apenas da maquilhagem, falo da sua simpatia e energia contagiante! Deixou a Luísa logo à vontade e confiante.

Tirámos as fotografias, trocámos de vestidos, de penteado, rimos, conversámos.

Comemos bolachas de chocolate, queijo com uvas, patês…  Preferimos deixar o espumante para festejar o final da sessão. Foi um dia em grande! Estou muito feliz com o resultado final.

Fiquei ainda mais feliz quando mostrei as fotografias finais à Luísa e ela me disse:

“Estão lindas! Estão ainda melhor do que aquilo que estava à espera”.

Enquanto editava as fotografias pensei:
“Nada daquilo que ela me contou sobre o que sofreu com a sua doença pareceu passar por ela, ela é que passou por cima daquilo tudo”.

 

 

CATEGORIES
SHARE

Related Posts
Featured
Rock & Roll Mood
Let’s walk together
Esta é a minha promessa